[raid mata bem morto]

homem-aranha no final de semana. gostei. é um filme divertido, com todos os efeitos e cenas de ação que se espera de uma obra como essa.

parece que os mais aficcionados pelo heróis – os fãs de quadrinhos – não gostaram muito da adaptação, como sempre acontece. apesar de discordar um pouco, já que assisto filmes desse tipo apenas pela diversão, gostei bastante da crítica feita pelo gaburah e, devo admitir, tem seus fundamentos:

“Antes de mais nada, quero avisar ao eventual leitor que este texto está repleto de spoilers e detalhes do filme. Caso vc ainda não tenha visto o filme, dê meia volta e só pense em voltar por aqui depois de ir ao cinema, pq não quero influenciar ninguém nem estragar eventuais surpresas.
Fiz questão de não ler absolutamente crítica nenhuma antes de sair da sala de exibição de Homem-Aranha 3, primeiro porque não queria conhecer surpresas que o filme reservasse aos fãs mais ortodoxos (como eu); segundo porque queria construir minha opinião baseado única e simplesmente nas minhas impressões; e terceiro porque confio (…) de olhos fechados no Sam Raimi, principalmente depois de fazer dois filmes tão excelentes do herói. Comprei minhas entradas antecipadamente, cheguei ao cinema uma hora antes do filme (e játinha fila) e comecei a curtir aquela expectativa de fã nerd antes da tão esperada hora. Minha mulher empolgada, o que é raro, e eu mais ainda, o que não é raro. Cinema lotado, um espectador que resolveu ir ao cinema com o filho recém-nascido no colo (tudo bem, é festa… que pai dedicado, doutrinando o filho desde cedo a gostar do Aranha), e um casal ao nosso lado que conversava animadamente sobre o filme, com o rapaz explicando vários detalhes para sua namorada.Aí começou o filme. E a cada cena, meu queixo despencava mais alguns centímetros.O filme é, inexplicavelmente, uma sucessão de erros. E o maior deles talvez tenha sido não dar ao Sam Raimi umas boas e merecidas férias antes de começar a rodá-lo. O diretor parece ter tido uma estafa nervosa ao construir o roteiro do filme, dada a quantidade de informações que quis compilar ao mesmo tempo em apenas 2h20min (!!). Aliás, um parênteses: parece estar virando moda em Hollywood empregar a família quando vai se escrever um roteiro de filme. Depois dos irmãos Nolan (em Batman), agora vêm os irmãos Raimi, que sem o mesmo sucesso tentaram jogar tanta, mas TANTA informação na tela, que até quem é leitor assíduo e sabe praticamente tudo sobre o Aranha fica perdido no meio do tiroteio.

Enfiaram uma Gwen Stacy do nada na história, parece que só pra constar, e fizeram-na entrar muda e sair calada; deram ares de devassa a Mary Jane Watson (esse, um pecado mortal e imperdoável pra qualquer um, e isso fica claro nas manifestações unânimes de desagrado na sala de projeção pra vaiarem faltou muito pouco); simplesmente esqueceram que játinham citado o Eddie Brock no PRIMEIRO FILME como empregado do Clarim Diário; deram um look EMO ao Peter Parker para ilustrar o seu estado de conflito interior – meu Deus, que idiotice; como se não bastasse o visual, meteram uma cena de dança que pra mim fica registrada como uma das cenas mais ridículas da história das adaptações de quadrinhos; fizeram o Duende Verde ficar bonzinho, na marra (nessa hora eu confesso que faltou muito pouco pra levantar e ir embora, mas a curiosidade mórbida me fez permanecer sentado pra ver onde aquele carnaval ia parar. Cara, o Duende é o Duende. Isso magoou), com a revelação ABSURDA de que o mordomo já sabia de tudo; e antes que eu me esqueça, meteram três (até o Duende amarelar) vilões num roteiro frouxo e cheio de buracos e liberdades que mal caberia um.

Mas esse erro catastrófico tem por autoria o produtor Avi Arad. Raimi sempre foi honesto em dizer que detestava o Venom. Arad forçou a barra e fez o diretor incluir o linguarudo na marra, e o resultado se vê: a mávontade com o personagem é tamanha, mas tamanha, que ele nem sequer se incomodou de dar uma origem decente ao simbionte, pra não falar que ele toma um pau do Aranha como quem passeia num domingo de manhã coisa que nos quadrinhos nunca aconteceu. Sempre que o Venom aparece, falta isso aqui pro Aranha se ferrar feio. Nada se explica sobre o personagem, como o fato de ser o único inimigo do cabeça-de-teia que não ativa o sentido de aranha, a relação do simbionte com o hospedeiro ou, pelo menos, a preocupação em dar uma personalidade ao personagem. A transformação do Brock em Venom beira o ridículo (a forma como acontece, não os efeitos visuais), em circunstâncias típicas de novela das 18h. Pombas, não queria usar o Venom não usasse! Seria mais honesto com os fãs. Esse é um inimigo que merecia um filme só pra ele.

Outra coisa: eu DETESTO, eu ABOMINO, me dá NÁUSEA quando dois vilões se unem pra enfrentar um herói, ainda mais em circunstâncias ridículas como aquela. Pra mim é menosprezar os caras, e elevar sua incompetência ao quadrado. Definitivamente o Venom, e porque não dizer o Duende Verde, não mereciam isso. Muito menos eu merecia.Os únicos que escaparam foram J.J. Jameson, hilário (J.K Simmons é excelente, pegou o timing perfeito do Jameson), o maitre do restaurante francês e, com ressalvas, o Homem-Areia, que sempre foi um vilão meia-boca e realmente dado a dilemas morais, graças em parte ao baixo intelecto.

Mas de resto, meu amigo aracnofã, um filme pra se lamentar. Lamentar o que poderia ter sido. E lamentar mais ainda o que pode vir a ser: fontes jáinformam que Sam raimi vai repetir a dose (amarga) no Aranha 4: Carnificina, Lagarto e Gata Negra vêm aí. Pra não falar da vingança do Duende-pai que agora se aproxima mais forte do que nunca e de um ar de Doc.Oc. nas redondezas (essa eu peguei numa cena no escritório do JJ).Mas nem tudo são perdas. Uma coisa Sam Raimi conseguiu ganhar: a minha desconfiança. Por favor, façam com que ele passe longe de O Hobbit, porque se ele fez isso com o Aranha, não quero nem imaginar na Terra-Média…”

como eu disse, parece que é um filme que agradará os esporádicos e decepcionará os fãs. estranho, não?

Anúncios

Uma resposta para “[raid mata bem morto]

  1. esse título do post, hein?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s